terça-feira, 6 de julho de 2010

LEDA NOVA LANÇA "CAFÉ, A SAGA DE UM HERÓI" EM VITÓRIA DA CONQUISTA/BA

ESCRITORA LÊDA NOVA FALA DURANTE LANÇAMENTO DA OBRA "CAFÉ, A SAGA DE UM HERÓI"

Fala do lançamento do livro SAGA DE UM HERÓI. Arte e café! DO PLANALTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARA O MUNDO - 18/05/2010


Senhoras e senhores da cadeia produtiva do café.
Minhas senhoras e meus senhores:

É grande minha satisfação em realizar o lançamento nacional do livro Café. A SAGA DE UM HERÓI. Arte e café! — DO PLANALTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARA O MUNDO na abertura deste 4º. Encontro Nacional do Café, evento que congrega renomadas personalidades do café e de outros segmentos do Brasil.
Muito obrigada por este destaque e pela suas presenças aqui.

O ato de escrever, para mim é especial. O silêncio me transporta a outro espaço e diferente tempo, enxurradas de idéias e pensamento tão rápidos que é difícil registrá-los em sua totalidade. As letras aquecem minha alma, fazem emergir o meu melhor, tornam-me mais eu mesma e me fortalecem o bastante para ir para frente, qualquer a dificuldade. Continuamente aprendendo. Treinamento incessante, fazendo, consertando, modelando até encontrar a palavra mais adequada, o ritmo e a melodia, cada uma como se fosse a primeira e a última. Entretanto, setenta por cento transpiração, trinta por cento inspiração, em toda hipótese me envergando diante da responsabilidade de formador de opinião que o escritor decerto é.
Com Café. A SAGA DE UM HERÓI. Arte e café! — DO PLANALTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARA O MUNDO não foi diferente, muito pelo contrário. Também pela reduzida fonte de pesquisa, amplitude de conteúdo, prazo exíguo e pela demanda ética de fidelidade do texto.
Em média, nove meses de trabalho, gestação no ventre em arte.
E hoje ele nasce com júbilo e muita beleza!

O foco maior da minha narrativa é a arte contida em cada traço sofisticado da tecnologia de ponta até os fios em alto relevo das veias intumescidas dos braços do catador de café. A manifestação das expressões da palavra e das artes plásticas na valorização da saga de um herói pelo mundo.

Registro da memória e reconstituição da história do café do Planalto de Vitória da Conquista, região que se mantém preponderante no panorama nacional e internacional pela qualidade do grão — cujas entrevistas in loco foram a matéria-prima principal. Resgate, pelos séculos, de pessoas, anônimas e públicas, que exploraram e cultivaram terras até então consideradas infecundas, acreditando e endossando o sonho do café.

Releitura do trajeto humano — no Planalto de Vitória da Conquista, na Bahia, no Brasil e em todo o globo terrestre — pela atuação decisiva do grão de ouro no desenvolvimento sócio-político-cultural, simbiose singular do homem e do café na aventura histórica em que ambos são os heróis.
Café. A SAGA DE UM HERÓI. Arte e café! — DO PLANALTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARA O MUNDO!

Acolhimento do sistema fantasioso das lendas do surgimento do café, para sempre estimulando o imaginário coletivo.
Lúdico e tradição popular concorrendo para a leveza e a sensibilidade na prática do dia-a-dia.

Arte, em pincel e letras, de descrição de vidas interagidas com o café. Poemas, contos e ensaios meus e de outros brasileiros, inclusive escritores-mirins, residentes aqui e fora do país.
Inspiração da alquimia do café!

Uma viagem do café!
Na estrada... uma mostra de receitas culinárias, dados históricos e culturais, entrevistas, cafeterias, baristas, prêmios... utilização do café na saúde... e muito mais... até descobertas e aproveitamentos mais recentes da tecnologia, inclusive o Projeto Brasileiro do Genoma do Café.

O livro é, igualmente, uma homenagem e um reconhecimento aos usuários e a todos os amantes do café e os quantos responsáveis, direta ou indiretamente — do trabalhador rural até os artistas, produtores e exportadores — pela expansão e difusão do nosso café em torno do Planeta.

Artes plásticas enunciando cultura por meio da representação estética da realidade, pelas telas de Valéria Vidigal.

Difusão da arte e do belo. Transmissão do saber. Literatura e artes plásticas oferecendo formas diferenciadas de ver o mundo. Conhecimento acumulado. Vida.
Ideias, verbo, poesia.
Café!
Emerge in natura das profundezas da mãe-terra fecunda
belo como a orquídea, rosa, violeta, bromélia
para depois virar perfume de jasmim branco.
fruto vermelho como fogo, que transforma
dourado tal qual o sol, que ilumina.

Café, “grão de ouro”, de marfim, de esmeraldas
a alimentar almas, aquecer metabolismos, revigorar bebês.
Mágico em suas lendas e trajetória
explosivo nas paixões de peles amantes
une capital e trabalho, desmitificando diferenças
banalizando preconceitos e marginalizações.

Guerras explodem, pedintes querem pão
multidões caminham em asfaltos industrializados
mães e amores e cidadãos choram perdas
manufaturados, robotizados, sós.
Enquanto nos copos de botequins e estradas
xícaras de louça ou de fina porcelana
camas de bordel, leitos de hospital, catres penitenciários
cafeterias de grife
mesas de amigos e família.
O aroma, gosto, leveza e magia do café
em varejo, no atacado
criam elos, lembrando e proclamando
Vida!
Assim como no princípio e no fim.
Aleluia!
Que emerge in natura das profundezas da mãe-terra Vida
bela como a orquídea, rosa, violeta, bromélia.

E no início foi o Verbo
café abençoado
co-autor infindo processando criação.
Amém!

Agradecimentos reiterados aos patrocinadores da edição do livro. Aos senhores entrevistados, pelo subsídio ofertado para a reconstituição da história do café do Planalto de Vitória da Conquista; autores-contribuintes; e todos que participaram com textos e revisão técnica. À Zélia Chequer pela segunda revisão ortográfica.
Minha gratidão ao apoio cultural de Harmony’s Visual; Revista Conquiste; sites Ébala e Navegueaqui; Jeanne Marie Rocha; Aldo Clécius, Milla Arielle. Imprensa falada, escrita e televisionada.

Muito obrigada a todos!

LÊDA NOVA

CERIMONIAL

APRESENTAÇÃO DO BALÉ

BANNER

FAMILIARES DA AUTORA





ESCRITORA LÊDA NOVA FALA SOBRE CAFÉ, A SAGA DE UM HERÓI

AUTOGRAFA
A cafeicultura brasileira era carente de suas origens em um ensaio histórico e cultural, falha corrigida pela escritora, poeta e pesquisadora Lêda Nova, que com sua visão e sensibilidade artística resolveu resgatar o patrimônio histórico do café em Vitória da Conquista/BA, documentando sua saga através de relatos coletados em entrevistas e pesquisa com a contribuição de autores colaboradores e tela da artista plástica Valéria Vidigal, coautora da obra.


Autores-contribuintes (14)

Valéria Vidigal; Maria Estela de Menezes Brando; Maria Isaura Prates Pereira Barbosa; Márcia Quadros Ledo; Sandra Maria Sousa Teles; Lucas Macêdo Galvão da Nova; Júlia Macêdo Galvão de Carvalho; Cibele Aguiar; Rossidê Rodrigues Machado; Silvio Parise; Cláudio da Silveira Dias; Dorival Pereira Chaves; Jania Souza; Alfredo Nova
23.07.2009 a 19.10.2009

FONTE: www.ledanova.com.br - fotos e fala

Um comentário:

Leda disse...

Cara escritora Jania Souza: acessei seu bloger. Parabéns, está uma beleza. Obrigada por inserir o lançamento da obra literária Café. A SAGA DE UM HERÓI. Arte e café! DO PLANALTO DE VITÓRIA DA CONQUISTA PARA O MUNDO, texto Lêda Nova, ilustração Valéria Vidigal, no qual você me honra sendo uma das autoras-contribuintes. Muito e muitos sucessos, realizações e alegrias. Um beijo. Lêda Nova