sexta-feira, 24 de novembro de 2017

COLEÇÃO PRESENÇA - ENSAIOS BIOGRÁFICOS 2017 - CONVITE DE LANÇAMENTO E APRESENTAÇÃO DAS OBRAS "DEÍFILO GURGEL" E "TRIO MOSSORÓ"


Mais duas importantes biografias de personalidades culturais e artísticas foram apresentadas ao público aficionado por leitura, música, saberes e trajetória do poeta folclorista Deífilo Gurgel e do Trio Mossoró pelas editoras Caravela Selo Editorial e Oito Editora. Escritas respectivamente por Tarcísio Gurgel e Kyldemir Dantas.

Parabéns e sucesso!


I FEIRA DE LIVROS DE AUTORES POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS - PROGRAMAÇÃO



PROGRAMAÇÃO:

I FEIRA DE LIVROS DE AUTORES POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS ACONTECE NOS DIAS 25 E 26 DE NOVEMBRO

O Parque Estadual Dunas de Natal Jornalista Luiz Maria Alves foi a primeira Unidade de Conservação criada no estado do Rio Grande do Norte e está completando 40 anos neste mês de novembro. A Feira de Livros de Autores Potiguares do Parque das Dunas integra os eventos comemorativos de seu aniversário.

O referido evento vai acontecer no Bosque dos Namorados – Setor de Uso Público do Parque das Dunas nos dias 25 (sábado) e 26 (domingo) de novembro, das 9 às 17 horas e é uma promoção do Governo do Rio Grande do Norte/IDEMA/Parque das Dunas.

Conheça a programação:

SÁBADO (25 DE NOVEMBRO DE 2017)

MANHÃ

9h - Cortejo de abertura da feira com início no portão de entrada do Parque das Dunas, com a participação de escritores, contadores de histórias
Responsável: Eva Potiguar
Participantes: poetas, escritores, contadores de histórias e convidados

10h às 11h:30- Sarau litero musical – Responsável: José Acaci
Poetas participantes: Jânia Souza, Lúcia Eneida, Garcia, Ninita Lucena, Gilvânia,José de Castro, Eva Potiguar, Maria Conceição Maciel. Dione Sueli, Diulinda Garcia, Rejane de Souza e Clécia Santos.

9h – 17h -
Exposição de bicicletas antigas (Responsável: Marígia Madje) – Local: Oficina de Artes
Exposição de fotografias “Grande Árvore, Muitas Histórias” – Artista Maurício Panella

9 h - 12 h- Sessão de autógrafos/Feira de livros. Loca: Folha das Artes

10h – Lançamento coletivo de livros:


Anchella Monte – Livro “Entre Tempos” - Editora Sarau das Letras
Marcio Coelho - revista TAL - #1-2017 - Edição independente.
Francisco Josivan do Nascimento – “Invasão Biológica Vegetal: Uma Ameaça a Fitodiversidade Autócne”.

10h:30 - Círculo de Debate (Mediador: Aluísio Azevedo)
Tema Geral: “Formação da Cadeia Produtiva do Livro e da Literatura Potiguar"
Discussão sobre a organização da economia do livro, forma de associação dos agentes produtivos, escritores, editores, distribuidores, com vistas ao desenvolvimento do setor literário potiguar.

TARDE


14h as 15h:30– Contação de histórias e performances artísticas na tenda –(Responsável: Eva Potiguar e poetas da SPVA ) – Local: Folha das Artes

14h as 17h - Sessão de autógrafos/Feira de livros


15h – 17h – Lançamento coletivo de livros


- Rizolete Fernandes – Livro: “Tecelãs” – Editora Sarau das Letras
- Eva Potiguar – Livro: “Do casulo à borboleta”. Editora CJA Edições.
- José de Castro – Livro: “Vaca Amarela Pulou a Janela” - Ed. Dimensão/ Belo Horizonte
- José Jorge de Mendonça - Livro: A Guerra dos Bárbaros nos Sertões do Seridó – 8 Editora
- Jânia Souza - Livros: "Voo nas entrelinhas da liberdade". Editora Nave da Palavra da UBE RN e “Em horas vagas”, Editora Caravela Selo Cultural

DOMINGO, 26 DE NOVEMBRO DE 2017


MANHÃ


9h as 10h:30- Contação de histórias, Local: Folha das Artes (contadores de histórias da SPVA) , Eva Potiguar, Janaina Leite e Eliete Marry.

9h – 17h –
Exposição de bicicletas antigas – Local: Oficina de Artes
Exposição de fotografias “Grande Árvore, Muitas Histórias” – Artista Maurício Panella

10h – Lançamento coletivo de livros:


- Irani Medeiros – Livro – Fabião das Queimadas, de Vaqueiro a Cantador (Fabião foi o primeiro poeta popular do RN)


10h:30 – Bosque Encena - o espetáculo Dubididum Taratatá – Anfiteatro Pau-Brasil

10:30 - Círculo de discussão (Mediador: Aluísio Azevedo)


Tema Geral: “Produção literária Potiguar"


Explanações Temáticas:
Literatura de memórias e autobiografia, uma abordagem literária;
A importância da Literatura Infantil para a formação de leitores;
Literatura e música: uma perspectiva interdisciplinar
Poemas Minimalistas

Participações especiais: Ivaíta Souza; Paulo Caldas Neto; Flauzineide Moura, José de Castro, Jânia Souza, Gilvania Machado, Oreny Jr., Marcelo de Cristo e Eva Potiguar.


Apresentação da especificidade dos temas, conduzidas com a real participação do público presente.
As falas serão explanações temáticas e provocações, continuadas no debate.

Alternativamente à formação de mesa, será conformado um grande círculo de discussão e debate de ideias.
Momento a ser compartilhado por todos. Uma grande roda de conversa.

TARDE


14h as 17h - Sessão de autógrafos/Feira de livros

15h as 17h - Lançamento coletivo de livros:


- José Acaci Cordel – Livro “Histórias e poesias”
- Marcio Coelho - Revista TAL- - ed. Independente.
- Ivaíta Souza. Livro “RELEMBRANÇAS”, Editora Independente
- Miguel Rocha - Livro: “Fauna em um Fragmento de Mata Atlântica no Rio Grande do Norte” - Área de Proteção Ambiental Jenipabu -Autores: Miguel Rocha Neto, Carla Baeta de Sales e Luiz Yoshihiro Garcia de Lima Hagi

15:30 - Ciranda de histórias e cantigas na tenda – ALAMP -Responsável: Flauzineide Moura, participantes: Dorinha Timoteo e Barroca, Fadinha LiliFadinha Xanana, Sirlia Lima

16:30 – Som da Mata – Banda Café – Anfiteatro Pau-Brasil

14h as 17h Sessão de autógrafos – Feira de Livros

17h cortejo de encerramento (Responsável: Eva Potiguar e escritores potiguares presentes).

O IDEMA/Parque das Dunas disponibilizou 50 mesas, que já estão reservadas.
Devido à grande procura pelas mesas, a organização da Feira de Livros de Autores Potiguares do Parque das Dunas está disponibilizando espaço externo, ao lado da Folha das Artes para autores e editoras do Rio Grande do Norte que queiram participar da feira. Os interessados deverão fazer suas inscrições no período de 20 a 24 de novembro (até as 12 horas), pagar a taxa simbólica de R$ 14,20 (cartoze reais e vinte centavos) e levar suas próprias mesas, nas dimensões de 70 x 70 cm. É importante destacar que não será permitida a entrada de pessoas com mesas, no dia da realização do evento, para participar da feira sem a devida inscrição.

JANIA SOUZA NA I FEIRA DO LIVRO DE AUTORES POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS





LANÇAMENTO DE “VOO NAS ENTRELINHAS DA LIBERDADE” E OUTRAS OBRAS

DE JANIA SOUZA

DENTRO DA PROGRAMAÇÃO DA

I FEIRA DO LIVRO DE AUTORES POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS NAS COMEMORAÇÕES DOS 40 ANOS



DIA: 25 DE NOVEMBRO (sábado)

HORÁRIO: DAS 15 ÀS 17h





Jania Souza, poeta, artista plástica e escritora potiguar, estará lançando dentro da programação da I Feira de Livros de Autores Potiguares suas obras “Voo nas entrelinhas da liberdade”, poemas, edição Nave da Palavra da União Brasileira de Escritores do RN no dia: 25 de novembro de 2017, sábado, das 15 às 17h no Parque das Dunas em lançamento coletivo durante as comemorações de 40 anos de funcionamento do parque de preservação ambiental do RN.



Na ocasião relançará sua décima primeira obra “Em horas vagas”, em prosa, editada pela Caravela Selo Cultural e as obras infantis: “O menino e o cavalo”; “O dia em que o boi falou” e “Nossa morada”.



Sua obra “Rua descalça” de 2007 está completando 10 anos de publicação nesse mês e foi publicada na Argentina pela Editorial Argenta em 2014 sob o título “Calle descalza”.



Fez lançamentos de suas obras em várias cidades brasileiras e no exterior, tendo participado da Bienal do Livro de São Paulo em 2014; da Bienal do Livro do Rio de Janeiro em 2015; da 55ª. Feira do Livro de Porto Alegre em 2009, quando autografou “Fórum Íntimo”, poemas, e “Magnólia, a besourinha perfumada”, conto infantil, publicadas pela Editora Alcance do Rio Grande do Sul. Também autografou no Salão do Livro e da Imprensa em Genebra na Suíça em 3 edições (2012; 2013 e 2014) a convite da Editora Varal do Brasil.



Seu livro “Entre quatro paredes” foi publicado pela Corpos Editora do Porto em Portugal após seleção no “Prêmio Words Friends” da editora.



Pertence a entidades culturais no Brasil e no exterior.

Publica em coletâneas nacionais e internacionais.

Primeira Vice-Presidente da União Brasileira de Escritores seção do RN no biênio 2016/17.

Integra o quadro de sócios da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN - SPVA/RN; Associação de Jornalistas e escritoras seção RN - AJEB/RN e Associação Literária e Artística das Mulheres Potiguares - ALAMP.



Acredita que a sua escrita representa sua forma de contribuição na construção de uma sociedade que valorize o ser humano, a natureza e as relações individuais e coletivas tão gastas, fragmentadas e fragilizadas em um mundo tão caótico por causa da violência e do abandono dos velhos valores que norteiam o equilíbrio da espécie humana.

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

UBE/RJ VISITA ENTIDADES CULTURAIS EM NATAL


Escritoras: Ângela Guerra (RJ); Juçara Valverde (RJ) e Jania Souza (RN)



A Presidente da União Brasileira de Escritores do RJ, poeta e escritora Juçara Valverde na foto ao centro, esteve na cidade de Natal de 19 a 20 de novembro com parte de sua comitiva que se encontrava visitando as UBEs do nordeste e contatando projetos em parceria para 2018.

Marcou um encontro com ALAMP - Associação Literária e Artística de Mulheres Potiguares presidida pela poeta Flauzineide Moura; com a SPVA/RN - Sociedade dos Poetas Vivos e Afins do RN, presidida pela poeta Ozany Gomes e com Jania Souza, 1o. Vice-Presidente da UBE/RN, no domingo, mas por razões superiores as decisões humanas aconteceu um desencontro que frustrou a programação.

No dia 20, após a partida da escritora e jornalista Dyandreia Portugal, editora chefe do Jornal Sem Fronteiras e da Rede Mídia de mesmo nome, que trouxe exemplares do último número para serem distribuídos com nossas entidades e o certificado de participação na coletânea do II ENCONTRO DE ESCRITORES DAS AMÉRICAS em 2016 para o poeta José de Castro, aconteceu enfim o encontro da escritora Ângela Guerra, Juçara Valverde e Jania Souza na bela e aconchegante sorveteria do Shopping do Artesanato na Av. Engenheiro Roberto Freire. Momento em que foram fotografadas pela gentil neta de Juçara.

Juçara Valverde informou que firmou parceria com a UBE/PE para a realização do IV ENCONTRO DE ESCRITORES DAS AMÉRICAS EM 2018 em Pernambuco. Em virtude do primeiro ter ocorrido no Rio de Janeiro; o segundo, no Rio Grande do Norte em 2016 e o terceiro na Argentina no ano em curso com a divulgação dos escritores brasileiras com apoio da Embaixada Brasileira naquele país. Sua comitiva que também contatava com seu antecessor Edir Meireles foi recebida em evento com mais de cem associados da UBE/PE. Em seguida, estiveram em Fortaleza e Mossoró.

Presenteei Ângela e Dyandreia com livro de prosa "Em horas vagas" lançado no dia 08 de novembro e com o belo CD da UBE/RN "Poetas em Cantoria". E fiquei de enviar para Juçara pelo correio.


Foi um momento agradável e descontraído. Rico em troca de informações literárias.

I ENCONTRO DO MULHERIO DAS LETRAS POR RIZOLETE FERNANDES


O I ENCONTRO DO MULHERIO DAS LETRAS

Por Rizolete Fernandes (*)



Mulherio das Letras é um movimento de mulheres que atuam no universo do livro, da leitura e da literatura, entre elas escritoras, poetas, dramaturgas, tradutoras, pesquisadoras, editoras, livreiras, ilustradoras, designers. Objetiva discutir questões com as quais convivem nesse meio, como a pouca divulgação e as raras indicações de livros de autoria feminina para prêmios nacionais; a diminuta presença de escritoras em mesas de grandes encontros e feiras literárias realizadas no país à falta de convites, sendo elas hoje quantitativa e qualitativamente competitivas; e a circulação de suas obras. O Mulherio se propõe a fazer essa discussão, identificar pontos em comum e apontar caminhos para superar entraves.



Surgiu em conversas informais dessas mulheres durante eventos nacionais e tomou impulso depois do Festival Literário de Paraty 2016. A escritora Maria Valéria Rezende (Prêmio Jabuti 2015 com o romance de ficção Quarenta dias) sugeriu um encontro nacional em João Pessoa-PB, onde reside. E a ideia seguiu pelos estados, evoluiu. Para congregar interessadas em contribuir com sugestões e encaminhamentos, foi criado um grupo no Facebook que, em um ano, chegou à casa de cinco mil mulheres, mostrando a aceitação da ideia; vieram encontros estaduais; e junto com o encontro nacional, chegou o rebento Mulherio das Letras

 O Encontro Nacional Mulherio das Letras ocorreu em João Pessoa, PB, no período de 12 a 15 de outubro de 2017. Autogerido, sem hierarquização e organizado de forma colaborativa e voluntária entre participantes, contou com a parceria da Secretaria de Cultura do Estado da Paraíba, Universidade Federal da Paraíba, Fundação Espaço Cultural, Fundação Casa José Américo e da OSC Moenda Arte e Cultura.



A abertura foi feita no auditório da Casa José Américo, para onde acorreram cerca de quinhentas participantes. No discurso de saudação, a escritora Maria Valéria Rezende disse: “Mesmo se der errado, já deu certo”. Na sequência, uma mesa que ela mediou, composta pela escritora Lenita Estrela de Sá (MA), a pesquisadora Algemira de Macedo Mendes (PI) e a reverenciada Conceição Evaristo (MG-RJ), autora de expressão internacional. Constou esse momento de uma merecida homenagem à escritora maranhense Maria Firmina dos Reis, que nos idos de 1859 escreveu o primeiro romance sobre a escravidão no Brasil intitulado Úrsula.



 O Brasil se fez presente de modo plural: gente de todo canto, idade, cor, credo, sexualidade e ideologia. Havia escritoras de outros países, jornalistas, professoras e professores universitários e de outras instâncias querendo debater as questões pautadas. Entre as potiguares, aquelas do grupo Mulherio das Letras de Nísia Floresta, criado no final de setembro 2017, significativamente na cidade que viu nascer a primeira escritora norte-rio-grandense, atualmente considerada pioneira do feminismo no país: Nísia Floresta Brasileira Augusta.                      


Nos dias seguintes, no Espaço Cultural José Lins do Rego, auditórios e bares das proximidades, deu-se conta da extensa programação, que inovou na dinâmica ao deixar de lado as mesas costumeiramente ofertadas nessas ocasiões, em que figurões falam e a plateia cala.  No seu lugar, investiu numa metodologia inclusiva: oficinas de temáticas variadas; lançamento do projeto Cidade Poema, com saída às ruas para adesivar poemas;  exposição de ilustradoras paraibanas, entre as quais responsáveis pelo belo cartaz do encontro; ato intitulado Clamor Negro; feira “Cria por elas” de  publicações independentes e gravura; lançamentos coletivos de livros publicados em 2017; rodas de diálogo; e múltiplas atividades culturais: música, filmes e documentários; espetáculos teatrais, saraus e performances artísticas variadas. Para dar voz a todas.





As rodas de diálogo realizaram-se simultaneamente, sobre os temas Representação e representatividade nas literaturas das mulheres; Mercado editorial e circulação de obras escritas por mulheres; Literaturas escritas por mulheres e feminismos; Escritoras, ilustradoras e leitoras das literaturas para crianças e jovens; Vozes das mulheres negras brasileiras. E não sou uma mulher?; Literaturas, gênero e sexualidade: representação e autoria na literatura brasileira.                





Conferi duas dessas rodas, uma em cada tarde: “Literaturas escritas por mulheres e feminismos” e, no segundo dia, “Mercado editorial e circulação de obras escritas por mulheres”. Riqueza de discussão, alguns consensos, muitos dissensos. Não deu para esgotar tantos assuntos em dois dias. Eles prosseguirão sendo discutidos virtualmente e quando as proposições estiverem consolidadas, delas darei notícia. 



Prateleiras montadas numa kombi do Sebo Cultural estacionada no espaço, expunha e vendia livros de quem os levou, democraticamente, como democrático foi todo evento.



Se aproximava o meio dia do domingo, quando iniciou a plenária de encerramento do I Encontro Nacional do Mulherio das Letras, com um recital dedicado à Maria Valéria Rezende, por várias poetas, dentre as quais a nossa Jeanne Araújo. Valéria, que além do Jabuti 2015 detém outros dois de literatura dedicada ao público jovem, nem de longe lembrava a freira que é. Descontraída, vestida de branco, divertiu a plateia fazendo pose de sereia, ou diva, sentada no pequeno palco em frente ao qual se sucedia a recitação dos poemas. Logo após, as relatoras das discussões nas Rodas de diálogo, mostraram os consensos obtidos e os inúmeros dissensos sobre cada tema, sendo que estes, por decisão conjunta, continuam em discussão por meio virtual por mais algum tempo. Após o que, votou-se a periodicidade, data e local do próximo encontro, para o qual havia convites de Recife-PE e Guarujá, SP. Será no Guarujá, em novembro de 2018.

                                       

Encerrando, uma despedida musical em estilo clássico, com alunos da UFPB e SECULT, regidos por maestrina, executando peças do cancioneiro nordestino e brasileiro. Tão bela quanto emocionante.

 

Na volta para casa, a consciência da importância do passo dado na direção da equidade entre gêneros no meio literário brasileiro. E de que o Mulherio das Letras veio para ficar.



(*) Rizolete Fernandes é poeta do Rio Grande do Norte.

Fotos do arquivo do Mulherio das Letras

sábado, 18 de novembro de 2017

ANTOLOGIA VIRTUAL OUTUBRO 2017 - PORTAL CEN



 
ANTOLOGIA VIRTUAL DE OUTUBRO 2017 - PORTAL CEN - "CÁ ESTAMOS NÓS"
(Parceria Portal CEN - "Cá Estamos Nós" e Centro Cultural Maria Beatriz)
.
Cumprindo com mais um dos nossos compromissos, com os ilustres autores e colaboradores do CEN, que não é promessa e sim de fato realidade, respeito, dedicação e amizade, concluímos na edição XXIV realizada pelo Portal CEN – “Cá Estamos Nós”, Portugal e em parceria com o Centro Cultural Maria Beatriz, Brasil a Antologia Virtual.
Apresentamos com grande satisfação aos inúmeros leitores desse majestoso Portal a grandiosa Coletânea Virtual do mês de outubro, composta por cento e trinta e três renomados autores.
Uma produção literária de talento, oferecendo uma leitura diversificada mostrando o belo que cada um tem para compartilhar.
O Portal CEN – Cá Estamos Nós e o Centro Cultural Maria Beatriz, agradecem a participação de todos e desejam boas vindas aos novos poetas e escritores que integram a esta edição.
Parabéns poetas e Escritores, que através de suas palavras em prosas e versos difundem pelo mundo o perfume do amor!
Maria Beatriz Silva

Todos os Ilustres Autores tem seu banner individual
NOTA: Podem começar a mandar seu trabalho em Prosa ou em Verso, com tema único "NATAL 2017" , para o e.mail da Maria Beatriz, até 02 de Dezembro de 2017. 
intercambioculturalcen@gmail.com
Livro de visitas do Portal CEN - "Cá Estamos Nós"

sexta-feira, 17 de novembro de 2017

I FEIRA DO LIVRO DO AUTOR POTIGUAR NO PARQUE DAS DUNAS - FLAP



PRESENTEI NESSE NATAL COM LIVROS DE AUTORES POTIGUARES!

ONDE ENCONTRÁ-LOS?

NA I FEIRA DE LIVROS DE AUTORES POTIGUARES DO PARQUE DAS DUNAS

DE 25 A 26 DE NOVEMBRO DE 2017

DENTRO DAS COMEMORAÇÕES DOS 40 ANOS DO PARQUE DAS DUNAS

VISITA DAS 9 ÀS 17H

PROGRAMAÇÃO:

- ABERTURA:

ÀS 9H DO SÁBADO - CORTEJO COM ESCRITORES, POETAS, MÚSICOS, AUTORES

- CONTAÇÕES DE HISTÓRIAS

- MESAS TEMÁTICAS

- LANÇAMENTO DE LIVROS COLETIVO

- AUTÓGRAFOS

- RECITAIS