quinta-feira, 16 de outubro de 2008

FOTOS DO RECITAL NA ESCOLA MUNICIPAL JUVENAL LAMARTINE - PROJETO DESPERTAR PARA A LEITURA, 13/10/08


SEGUNDO MOMENTO - SALA DE AULA





PRIMEIRO MOMENTO - RECITAL NO PÁTIO


















FOTOS DO RECITAL POÉTICO NA ESCOLA MUNICIPAL JUVENAL LAMARTINE - ENSINO FUNDAMENTAL - PARTICIPAÇÃO DA SPVA/RN

Projeto DESPERTAR PARA A LEITURA - parceria SPVA/RN e ESCOLA MUNICIPAL JUVENAL LAMARTINE - ação de incentivo à leitura, formação de novas platéias e despertar novos talentos. De forma lúdica introduzir o mágico mundo da leitura no cotidiano das crianças do fundamental da escola valorizando a auto-estima, o espírito de equipe e compartilhamento de novas experiências através do contato com escritores e sua obra numa linguagem acessível ao público infantil.
Essa ação foi amadurecida por visitas todas as terças-feiras à escola de um escritor/poeta da SPVA/RN falando aos pequeninos sobre a magia da escrita, da possibilidade da descoberta de novos mundos através da viagem nos livros, o encantamento com a contação de história, emoção vivenciada com declamações; canto das músicas de roda e infantis e a encenação dos textos infantis. Nesses lúdicos e educativos momentos passaram pela sala de aula (literatura e artes) e eventos na escola como a comemoração do Dia do Ancião, os poetas: Jania Souza; Socorro Alvarenga; Zé Martins e Ciano. Sempre recebidos com muito carinho e afeto pelas crianças e demais professores.
A Diretora Jeanne e a Coordenadora Pedagógica Rita de Cássia organizaram o evento em dois momentos. O primeiro recebeu todos os alunos do fundamental de 5 a 13 anos acompanhados pelas professoras - foi o grande recital com participação das crianças - Jania aproveitou para declamar e homenagear às crianças pelo dia 12/10 e aos professores pelo dia 15/10, momento em que lançou sua obra Rua Descalça... poesia e pode descobrir poetas entre as professoras, convidando-as à SPVA/RN. Professoras Maria Helena Moreno e Lindacy (escritos poéticos em segredo). Em seguida, os alunos retornaram às salas, sendo agrupados por nível escolar para receber um direcionamento literário apropriado a faixa de conhecimento. Foi realmente muito interessante e interativo. D. Salete e Jania ficaram na sala das professoras Giselda Delmiro, Kalina, Ubiracilda e Dalvaci com supervisão de Rita de Cássia e Jeanne. Socorro Alvarenga ocupou outra sala onde realizou a performance da Violeta. Nas salas houve declamações, leituras e música.
Foi uma manhã rica em cultura literária para os pequeninos na gloriosa escola municipal da Avenida Quatro, onde em tempos idos, havia uma escola de palhoça ao ar livre com o método do imortal Prefeito Djalma Maranhão - DE PÉ NO CHÃO TAMBÉM SE APRENDE A LER - que formou muitos doutores, empresários, políticos da terra papa-jerimum. E, eu ainda guardo na lembrança certa manhã em que pequenina passava pelos arredores da enorme avenida descalça e ouvi uma linda canção em coro de vozes infantis soletrando as sílabas das palavras. Palavras, essas varinhas de condão!

Um comentário:

clark disse...

muito bom! é sempre bom mostrar aos jovens a força da poesia.

que seja apenas a ponta do novelo! a literatura é sempre um bom caminho a ser trilhado. minhas felicitações aos vivos e afins!