terça-feira, 23 de dezembro de 2008

A SPVA/RN ABRAÇA TODOS SEUS ASSOCIADOS, PARCEIROS, AMIGOS E ADMIRADORES COM O ESPÍRITO DE LUZ DO NASCIMENTO DO MENINO JESUS - O COSMO SAÚDA A NOVA ERA



ÁRVORE NATALINA NA CIDADE DE NATAL

NATAL, CIDADE QUE TEM O PRIVILÉGIO DE ANIVERSARIAR COM O SALVADOR

QUE OS ANJOS CANTEM
QUE OS CORAÇÕES LOUVEM
QUE OS SINOS REPIQUEM
É A FESTA DO AMOR
DA UNIÃO E DO DAREM-SE AS MÃOS.
REJUBILEM-SE NA ESPERANÇA DE UM MUNDO MAIS HUMANO.
É NATAL, MOMENTO DE PARTILHAR AMOR COM OLHOS, SORRISOS, AÇÕES
SEDIMENTANDO A ROTINA DA SOLIDARIEDADE, DA AMIZADE, DO BEM QUERER
TODOS OS DIAS, TODOS OS INSTANTES DE SUA IMPORTANTE EXISTÊNCIA
ASSIM, PROVALVEMENTE, SEREMOS REALMENTE FELIZES.

FELIZ NATAL E VENTUROSO 2009 PARA O PLANETA E SEUS HABITANTES





MENSAGENS POÉTICAS NATALINAS EDITADAS PELO POETA ADEMAR MACEDO

<<< Trova do Dia: >>>

Quero um Natal de alegrias,

mas penso com desencanto:

que se há irmãos de mãos vazias

meu Natal não será santo.

(Thalma Tavares/SP)





<<< Uma Trova de Ademar: >>>

Que o “Deus-menino”... Jesus,

amenize um pouco os fardos

e ponha mais graça e luz

no Natal dos “deserdados”...

(Ademar Macedo/RN)





<<< Uma Trova Premiada: >>>

1999 > Fuzeta/Portugal

Tema > VAMOS CANTAR NATAL > MH

Repica o sino festivo.

É Natal e está presente

a imagem de Cristo vivo

nascendo dentro da gente.

(Elen de Novais Félix/RJ)





...E Suas Trovas Ficaram:

Papai Noel, bom velhinho,

neste Natal, sob a lua...

Procure meu sapatinho

sobre a janela da rua!....

(Adelir Machado/RJ)





<<< Estrofe do Dia: >>>

Na data do aniversário

a cada mês de dezembro,

afirmo, lembro e relembro

Cristo teve o seu calvário;

para seguir no ideário

por Deus pai determinado

suportou supliciado

pela nossa salvação,

sofreu crucificação

pra nos livrar do pecado.

(Marcos Medeiros/RN)





<<< Soneto do Dia: >>>

SENTINDO O NATAL.



– Olga Maria Dias Ferreira/RS –



No denso manto de noite estrelada,

envolta em sonhos doces, cristalinos,

pressinto minha alma solta, enlevada,

em harmonia, paz e sons divinos...



Na estreita curva de tão longa estrada,

ressoam, longe, textos campesinos,

vibrando, fulgurantes, na jornada,

à pureza de acordes natalinos...



Se evola em ritmos os mais vibrantes

meu coração em preces suplicantes,

na busca extrema da suprema luz...



Hoje é Natal! E, em tons balbuciantes,

momentos vivo, intensos, cintilantes:

Graças ao Pai! Nasceu Cristo Jesus!

Um comentário:

Pedra do Sertão disse...

Olá, Jânia,

Vamos torcer para que o Espírito do Natal permaneça vivo por todo o ano que virá...

Grande abraço.

Nosso livro nem foi contemplado. Fica para uma outra vez. O da SPVA foi?