quarta-feira, 10 de abril de 2019

INSURGÊNCIAS POÉTICAS RETORNA À CENA LITERÁRIA DA CIDADE

 Poeta, escritor e produtor cultural Thiago Medeiros

Poeta, escritora e produtora cultural Marina Rabelo

Com lançamentos de dois zines, "Motriz", Thiago Medeiros e "desde que vim, o amor é aflição" de Marina Rabelo e também produtores culturais do sarau Insurgências Poéticas, houve reabertura no Abayome, na Rua Pegado Ezequiel, para comemorar a poesia e a encantadora data de 30 primaveras do querido e carismático Thiago, que recebeu ao lado de Marina, poetas e performances para a noite de comemorações imperdíveis.
Foram contagiantes as apresentações. Motivando novas declamações e grandiosas interpretações. O acolhedor e romântico espaço florido foi o responsável pelo clima intimista e apropriado para a partilha dos versos, da música e dos encontros e reencontros.

Parabéns querido Poeta Thiago Medeiros com longos anos de vida poética! A cidade agradece.

Mesa com oferendas literárias da editora, que se firma com o Insurgências


 Zines e livros oferecidos para aquisição na reabertura do Insurgências Poéticas

 Conceição com sua amiga foram prestigiar a noite encantadora

 Poeta Jessica Santos levou seus versos e convite para participação no patrocínio do seu livro que será lançado na primeira semana de maio no mesmo local

 Poeta Regina Azevedo levou seus instigantes e encantadores poemas, repletos de profundas reflexões como os demais poetas, que a circundavam em mares de sorrisos e simpatias poéticas

 Poeta Carito levou seu abraço

 Poeta Carlos Gurgel declama poema autoral, prestigiando o Insurgências e seus criadores



O paisagismo do jardim abraçou romanticamente a talentosa plateia e seus fãs

Declamações












Autográfos


Tive o prazer de encontrar, assim que cheguei e tentava me situar no espaço, a querida amiga, poeta e revisora Andréia Braz, que me concedeu a honra de revisar meu livro "Pingos de Momento" lançado em 2018 na Bienal do Livro de São Paulo pela Editora Dellicata no estande da Livraria Loyola. Beijo a ti, Andreia.

De saída, após o belíssimo sarau, quando tive a oportunidade de declamar "Pássaro Diáfano" de minha autoria entre tantos poemas maravilhosos apresentados, encontrei o poeta Wesley Marques de passagem, que foi abraçar os amigos letristas, após sua aula de final de Curso de Letras.

Foi uma noite memorável.

Parabéns à Marina Rabelo e ao Thiago Medeiros pelo excelente trabalho.