domingo, 3 de janeiro de 2010

HOMENAGEM NO ESPAÇO CULTURAL CANTO DO MANGUE A POETA POTIGUAR LÚCIA HELENA PEREIRA

POETA E ESCRITORA LÚCIA HELENA PEREIRA
CÔNSUL DO MOVIMENTO POETAS DEL MUNDO, CEARÁ-MIRIM, RN, BRASIL
POETAS: LÚCIA HELENA PEREIRA E JAÉCIO CARLOS, QUE PRESTA HOMENAGEM A ILUSTRE POETA POTIGUAR NASCIDA NO VALE DO CEARÁ-MIRIM NO ESPAÇO CULTURAL CANTO DO MANGUE

DIA: 09/01/2010

HORA: A PARTIR DAS 19:00h

LOCAL: PRAÇA POR DO SOL - PURA POESIA NO BAIRRO DAS ROCAS EM FRENTE AO MERCADO DE PEIXE E NO CAIS DO MANGUE

FONTE: http://www.chamine2.blogspot.com/
"A escritora e poetisa cearamirinense Lúcia Helena Pereira receberá homenagens no Espaço Cultural Canto do Mangue em Natal no próximo dia 09 de janeiro as 19h00. A iniciativa é de Jaécio Carlos (titular da INFORMÁTICA EM REVISTA).
Na oportunidade acontece recital poético, atrações do Celeiro da Música e Coquetel. O evento marca ainda aniversário natalício de Melânia Manso."

PARABÉNS A QUERIDA POETA LÚCIA HELENA PEREIRA, CÔNSUL POETAS DEL MUNDO
CONFIRMO PRESENÇA

ATÉ ONDE ME LEVEM AS FLORES

Lúcia Helena Pereira

Sigo os passos daquela floreira do quintal de minha casa,

Onde pétalas se abriam ao amanhecer, espargindo aromas mil,

Lá, eu via flores azuis, amarelas - crisântemos dourados,

Voando ao léu em pétalas partidas, esvoaçadas.

.

Até onde me levem as flores, quero alcançar o vôo da águia cinza,

Num horizonte cheio de gaivotas perdidas,

Criando azuis num infinito de solidão,

Aportando numa praia qualquer,

Desesperadamente doentes.

.

Preciso curar as aves, remendar as pétalas das flores

Que se esgarçam ao vento e se debatem,

Como asas de pássaros infelizes,

Sem árvores, rios, sem espaço!

.

Até onde me levem as flores quero conhecer montanhas

Escalar nuvens e grandes cumes,
Conhecer e amar as planícies esquecidas

E não enxergar mais nada, só o azul celeste

Banhando-me em nuvens cristalinas e perfumadas.

.


Quero o vento do norte apontando caminhos,

Quero o cheiro da madrugada despindo meus desejos,

Quero a linguagem silenciosa das mariposas - acasalando,

Proliferando a espécie.

.

Até onde me levem as flores quero um punhado de luz,

Incandescente, avermelhada, espalhando fagulhas

Sobre minhas feridas e curando os meus ais!

2 comentários:

~PakKaramu~ disse...

Happy new year to you

Fábio disse...

Feliz Ano Novo, estou me aventurando nas paginas do seu blog, viagem muito boa por sinal, gostaria de convidá-la a conhecer o meu canto o Ecos em www.ecosdotelecoteco.blogspot.com . Abraço e sucesso aí